#Oscar2014

Então, eu sei que já faz tipo uma semana que foi o Oscar e tudo mais, só que nunca é tarde. Talvez até o ano que vem já seja tarde… Enfim…

oscars-2014-ellen-poster__140108193621-575x851

Os Academy Awards de 2014 foram apresentados pela comediante/atriz/etc Ellen DeGeneres, que já havia apresentado a premiação em 2007 (e como ela disse, muita coisa mudou nesses 7 anos, as mesmas pessoas indicadas). A 86ª cerimônia da entrega do Oscar teve a maior audiência de um programa de entretenimento dos últimos 10 anos, desde o fim de Friends.

A apresentadora começou a noite com algumas piadinhas básicas estilo Ellen DeGeneres mesmo. Brincando com Leonardo DiCaprio, Meryl Streep, Jonah Hill, etc… E não se esquecendo de mencionar a queda da Jennifer Lawrence no ano passado e informar para todo mundo que ela caiu de novo esse ano. ((Não vamos esquecer de comentar que Jared Leto já ta querendo tretar com a mais nova queridinha da América e disse que ela só quer cauzar. The zuera never ends))

Esse ano, eles “homenagearam” os super-heróis, tanto aqueles com super-poderes quanto aqueles que lutam por algo que acreditam (chato pra caramba). Homenagearam também os 75 anos de O Mágico de Oz, com direito a uma apresentação emocionante da P!nk.

A noite de gala de Hollywood contou com mais cinco apresentações musicais: a de Pharrell Williams com a música “Happy” de Meu Malvado Favorito 2; a banda U2 apresentou a música “Ordinary Love” do filme Mandela: Long Walk to Freedom;  Idina Menzel cantou “Let it go”, trilha de Frozen; e Karen O juntamente com Ezra Koenig apresentaram “The Moon Song” do filme Ela, todos concorrendo à categoria de Melhor Canção Original. E, por fim, após o tradicional “In Memoriam” do ano (em que até o cineasta brasileiro Eduardo Coutinho foi lembrado), Bette Midler fez uma também emocionante apresentação de “Wind Beneath my Wings”.

Os highlights da noite:

  • Geral nos photobombs.

    E definitivamente, Benedict Cumberbatch e Jared Leto são os melhores nisso. (créditos das edições)

pb

pb pbpb pb pb

  • Le pizza.

    Bom saber que as coisas lá também acabam em pizza. Ellen fez o que eu faria nessa situação, pediu pizza pro povo comer. E a pizza foi um sucesso: Meryl Streep comendo, Brad Pitt de garçom… O povo tava realmente passando fome.

angelina-jolie-e-brad-pitt-pizza-ap pizza-merylstreep jenniferlawrence-pizza

santaceia

  • A melhor selfie de todos os tempos.

    Eles conseguiram quebrar o Twitter com o maior número de RT’s em uma foto. Também né, uma selfie com Ellen DeGeneres, Meryl Streep, Angelina Jolie, Jennifer Lawrence, Lupita Nyong’o, Julia Roberts, Brad Pitt, Bradley Cooper, Channing Tatum, Kevin Spacey e Jared Leto. Até o irmão da Lupita conseguiu entrar na foto. (E a Samsung aproveitando pra fazer o marketing dela.)

BhxWutnCEAAtEQ6

Então, o Oscar de 2014 foi legal, a Ellen foi demais apresentando. Gravidade ganhou tudo o que podia ganhar, e, na minha opinião, houveram poucas injustiças nesse ano 😀 Leonardo DiCaprio não ganhou de novo (tadinho).

Maas eu queria mais apresentações com danças e tudo mais, tipo o ano passado. A Ellen podia ter cantando alguma coisa pra fazer gracinha com o povo lá. Enfim, esse foi o Oscar mais visto e que teve um tema mais diversificado, tanto com os nominados quanto com os vencedores.

Agora, os ganhadores da noite:

MELHOR FILME: “12 Anos de Escravidão” (Bem merecido, apesar do pessoal da Academia ter falado que votou nele só porque o tema é importante…)

MELHOR ATOR: Matthew McConaughey, por “Clube de Compras Dallas” (Mals ae, Leo…)

MELHOR ATRIZ: Cate Blanchett, por “Blue Jasmine” (Go Australia!)

MELHOR ATOR COADJUVANTE: Jared Leto, por “Clube de Compras Dallas”

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Lupita Nyong’o, por “12 Anos de Escravidão” (Aeeeeeeeeeeeeeeew!!)

MELHOR DIRETOR: Alfonso Cuarón, por “Gravidade” (Primeiro vencedor mexicano!)

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: “Ela”, escrito por Spike Jonze (Muito bom!)

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO: “12 Anos de Escravidão”

MELHOR ANIMAÇÃO: “Frozen: Uma Aventura Congelante” (Primeiro Oscar da Disney!!!!)

MELHOR FILME ESTRANGEIRO: “A Grande Beleza” (Itália)

MELHOR DOCUMENTÁRIO: “A Um Passo do Estrelato”

DOCUMENTÁRIO DE CURTA-METRAGEM: “The Lady in Number 6: Music Saved My Life”

TRILHA SONORA: Steven Price, por “Gravidade”

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL: “Let it Go”, de “Frozen” – Música e letra de Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez

FIGURINO: “O Grande Gatsby”

CABELO E MAQUIAGEM: “Clube de Compras Dallas”

MELHOR CURTA: “Helium”

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO: “Mr Hublot” (Lindo)

MELHOR EDIÇÃO: “Gravidade” (Bastante merecido)

EFEITOS VISUAIS: “Gravidade”

FOTOGRAFIA: “Gravidade” (Espaço)

DESIGN DE PRODUÇÃO: “O Grande Gatsby”

EDIÇÃO DE SOM: “Gravidade”

MIXAGEM DE SOM: “Gravidade”


It is not an awesome blog


Anúncios

Doctor Who: The Ballad of Russell & Julie

John Barrowman, David Tennant e Catherine Tate homenageando Russell T. Davies e Julie Gardner, como parte da despedida de Russell e sua equipe do programa.

Então, embaixo ae depois do corte, veremos o que eu demorei milhares de anos para fazer. A letra da música e a tradução e, depois, o significado de algumas partes da música. aeeew

Continuar lendo

Oscar 2013

oscar_2013

Então, a edição desse ano teve como apresentador Seth MacFarlane, criador da série Family Guy (uma Família da Pesada) e que também dublou, fez os movimentos do urso Ted e dirigiu o filme.

O cara foi altamente criticado por suas piadas ditas “ofensivas” e “machistas”, por pessoas, na minha opinião, sem humor e que não gostam de ouvir a verdade. Algumas dessas piadas consistiram em falar que Ben Affleck não tinha (ou ainda não tem) tanto reconhecimento pela sua carreira de ator e agora como de diretor, principalmente pela academia (e vamos falar sério, o cara teve muitos momentos ruins durante sua carreira); fez piada relacionando o filme Django Livre (Django Unchained) com o Chris Brown batendo na Rihanna; disse que Rex Reed (um crítico de filmes que comparou a atriz Melissa McCarthy com um hipopótamo) estaria lá para avaliar a performance da Adele; Quando o Ted apareceu e brincou com o fato de que os judeus que mandam naquilo tudo, falando para o Mark Wahlberg dizer que é judeu para se garantir naquele mercado para sempre; e, eu acho que, a piada que mais causou um rebuliço entre o povo lá foi sobre Lincoln:

“Daniel Day-Lewis não é o primeiro ator indicado por interpretar Lincoln. Raymond Massey o interpretou em 1940, no filme ‘Abe Lincoln em Illinois’. Eu argumentaria, no entanto, que o ator que realmente entrou na cabeça de Lincoln foi John Wilkes Booth” (a plateia reclama da piada sobre o assassinato do presidente). “Sério? 150 anos e ainda é muito cedo? Eu tenho algumas piadas sobre Napoleão vindo aí… Vocês vão ficar irados”.

“150 anos e ainda é muito cedo?” A melhor parte.

E, a parte que eu adorei e que muita gente por ae não consegue perceber que era brincadeira tanto da parte do Seth quanto da parte das atrizes mencionadas e que apareceram, porque quer ser politicamente correta e fica levando tudo como se fosse preconceito ou coisa do tipo achando que ta o máximo. Quando ele canta a música “We saw your boobs” (vimos seus peitos) sobre algumas atrizes que já mostraram os peitos nos filmes (porque né, isso é super machismo, falar o que vai ficar pela eternidade nos filmes).

Kate Winslet, basicamente em todos os filmes que ela faz.

Bom, resumindo o que aconteceu no Oscar, agora.

O Capitão Kirk (William Shatner) apareceu para ajudar um pouco o Seth, mostrando para ele como ia ser o futuro, ou seja, que ele ia ser tido como o pior apresentador da cerimônia. (Já estava tudo planejado, gente, só eu que percebi isso?). Depois tivemos Charlize Theron (Branca de Neve e o Caçador) e Channing Tatum (Querido John) dançando. Seth dançou com o Robin e com o Harry Potter (Joseph Gordon Lewitt e Daniel Radcliffe). Os Avengers apresentaram algumas categorias.

Halle Berry apresentou a homenagem de 50 anos de James Bond. Lá são os 50 anos de James Bond, se fosse na Inglaterra seriam os 50 anos de James Bond e os 50 anos de Doctor Who, e se fosse aqui no Brasil seria os 50 anos em 5 😀 não, piadinha horrível, credo… Mas voltando lá, a lindíssima da Halle Berry, que resolveu ir de topete para a premiação apresentou o vídeo que eles fizeram dos filmes do James Bond.

hb

A cerimônia também fez uma grande homenagem aos musicais 😀 Com John Travolta apresentando o início da homenagem que começou com Chicago e Catherine Zeta-Jones, depois Dreamgirls com Jennifer Hudson e, por fim, o elenco de Les Miserables subiu ao palco para cantar.

lm

Depois de algumas premiações tivemos a queridíssima Adele cantando Skyfall. Nicole Kidman esteve lá. Daniel Radcliffe teve que apresentar uma categoria com Kristen Stewart, tadinho, ela só estava atrapalhando o cara; mas ele gostou de tê-la conhecido, então fazer o que né… E o povo da produção ainda colocou um tema de Harry Potter enquanto eles entravam no palco, isso tudo porque eles nunca quiseram dar nenhum Oscar pelos filmes?

O elenco de Chicago apresentou junto também (Richard Gere, Renée Zellewger, Catherine Zeta-Jones e a queen Queen Latifah). Meryl Streep apresentou a categoria de Melhor Ator e deu a impressão de que ela decidiu ali na hora quem que ia ganhar porque eles não mostraram ela abrindo o envelope. E daí? Ela é a Meryl fucking-awesome Streep, ela pode fazer o que quiser. \o/

E, para apresentar a categoria de Melhor Filme, lá da Casa Branca, Michelle Obama.

Alguns dos vencedores então:

Não acredito que Valente (Brave) ganhou o de Melhor Filme de Animação, os outros eram tão melhores 😦

As Aventuras de Pi (Life of Pi) foi o maior vencedor da noite. Teve um empate na categoria de Edição de Som, ficou entre 007 e a Hora Mais Escura. Pode ter empate no Oscar? Eles esqueceram que existe ‘par ou ímpar’? Les Miserables ganhou de Melhor Maquiagem, porque aparentemente O Hobbit não precisou de maquiagem nenhuma…

Amour ganhou o de Melhor Filme Estrangeiro, alguma dúvida, já que tabém concorria por Melhor Filme? Adele ganhou Canção Original por Skyfall. A Anne linda Hathaway ganhou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante. A mais nova queridinha da américa, Jennifer Lawrence bateu a menininha adorável de 9 anos e conseguiu o Oscar de Melhor Atriz. Daniel Day-Lewis, que, na minha opinião é parecido com Ralph Fiennes, foi o Melhor Ator, super merecido pelo seu papel em Lincoln. E o Melhor Filme ficou com Argo, filme de Ben Affleck.


It is not an awesome blog


Happy Valentine’s Day

Então, Valentine’s Day ou abrasileirando a coisa, Dia de São Valentim (olha que bonito), é como se fosse o dia dos namorados daqui, só que mais chique. É comemorado no dia 14 de Fevereiro.

O resumo da história de como surgiu é isso: Um cara chamado Valentim era 100% a favor do amor. Fim.

Não. Esse Valentim ae era um bispo e realizava casamentos e tudo mais. Isso em Roma. Só que, sei lá o que aconteceu, o imperador resolveu proibir todos os casamentos e tals, porque ele estava com dificuldades de achar guerreiros para lutarem nas guerras e achou que era por causa das mulheres (eles só estavam querendo viver mais, mas fazer o que né).

O Valentim, por sua vez, como eu já disse, era 100% amor e continuou a realizar casamentos, mesmo com a proibição do imperador sem visão de mundo. Quando ele ficou sabendo disso mandou decapitar, enforcar ou queimar, enfim, mandou matar o Valentim. E isso aconteceu no dia 14 de Fevereiro. As pessoas começaram a relacionar essa data com o amor. Fim.

Na Europa e nos Estados Unidos, é comum comemorar e presentear não só os namorados, mas também os amigos, familiares, ou seja, qualquer pessoa que ame.

Melhor ainda, é menos egoísta que o dia dos namorados aqui e não exclui os encalhados 😀

Então é isso. E aqui vai um desenho onde eu tentei fazer o 10º Doctor, David Tennant. Se fechar um olho e olhar bem de longe até que fica um pouco parecido ;D Com uma cabeça pequena.

img098²


It is not an awesome blog


Nota

Aeeeeeeew
Ano novo, vida nova e os mesmos clichês de sempre…

Bom, mais um ano ae e eu não faço ideia do que falar.

E eu to com muita preguiça.

Então vai ficar só nisso mesmo.

Depois eu venho falar de algumas coisas interessantes pra mim.

Pra quem gosta de Tron.

Eee, é isso. Façam listinhas das coisas que pretendem fazer esse ano, adotem um bichinho de estimação, comam verduras, comprem um ventilador potente, bebam muito líquido e tentem não derreter 😀


It is not an awesome blog


2012 – 2013

Nota

Então, o natal ta ae. E fodas, porque isso não muda nada na minha vida. Na verdade, até piora um pouquinho. Não ganho presentes e ainda me forçam a visitar pessoas que eu não gosto. Mas isso não vem ao caso.

O que eu queria mostrar mesmo é esse vídeo ae, que resume mais ou menos o que esse feriado significa pra mim. E é um vídeo muito legal.

Eu só quero deixar claro que eu não gosto de natal, mas gosto do Rudolph, porque é a rena que tem um nariz vermelho e quando vocês o virem, vão dizer que é verdade. Todas as outras renas riam dele a toda hora e, também das brincadeiras, deixavam Rudolph de fora… (8)

É isso ae, feliz natal pra quem gosta e tudo mais. Compartilhem seus presentes comigo, me chamem pra comer na casa de vocês e eu até aceito aquela velha piadinho do ”é pavê ou pra comê?”. Sejam bons uns com os outros, sinceros e corajosos.


It is not an awesome blog


ÉÉÉ… Natal

[Série] Doctor Who

Entãooo, Doctor Who. Para quem não conhece, vou explicar o que é e, para isso, usarei o Wikipedia, porque a vida está difícil e a cabeça fraca.

Acabei de ver o maior spoiler da vida. Estou triste :/

Maaaaaas, fazer o que ne.

Doctor Who é uma série britânica de ficção científica, que mostra um Senhor do Tempo obviamente viajando pelo tempo. Ele é conhecido como “The Doctor”, e eu tenho a ligeira impressão de que nunca saberemos o porquê hm, ele viaja na sua TARDIS, cujo nome é uma abreviatura para Tempo e Dimensões relativas no espaço e seu exterior é de uma cabine da polícia de Londres dos anos 60. É claro que no interior há muito mais espaço do que se possa imaginar. Como o Doctor é um Senhor do Tempo, ele é capaz de se regenerar, então ele nunca morre, a única coisa que acontece é que eles mudam de atores para interpretá-lo, porque ne.

A série é tipo, do tempo da minha vó, então os episódios eram em preto e branco e coisa e tal. Em 2013, a série completa meio século de existência. Atualmente a série foi relançada pela BBC do país de Gales, e com “atualmente” eu quero dizer 2005, começando com o 9º Doctor e, hoje, final de 2012, já está no 11º Doctor.

O 9º Doctor é interpretado por Christopher Eccleston, que tava no filme G.I. Joe, na 1ª temporada. Já o 10º fica até a 5ª temporada, eu acho, e é interpretado por David Tennant, que fez o Barty Crouch Junior em Harry Potter e o Cálice de Fogo. O Doctor atual atual é interpretado por Matt Smith. que eu não faço ideia de nada que ele já tenha feito na televisão internacionalmente para dar um exemplo, então vai ficar só por isso mesmo.

Claro que o Doctor não fica sozinho, ele sempre arruma alguma companheira pra ele, que sai combatendo o mal e tudo mais e depois acaba se apaixonando por ele. (Pelo menos é assim até onde eu vi). E tem vez que ele sai pegando as mulheres importantes da história por ae, mas nada que ele confirme hm.

tardis

Eeeee, que mais?

O atual produtor de Doctor Who é o Steven Moffat, que também é co-criador da série Sherlock. Pois é, o cara é foda. Ele também co-escreveu o roteiro do filme As Aventuras de Tintim (2011) dirigido por Steven Spielberg.

Então, Doctor Who é doido demais. O Doctor as vezes é meio cabuloso. E salva o mundo 😀
É isso, a preguiça reina aqui. Façam caridade, sejam legais com as pessoas que vocês odeiam, tenham uma boa alimentação, leiam livros que prestem e tenham sempre uma boa noite de sono.


It is not an EXTERMINATE! blog


[Série] Sherlock BBC

Aeeeeeeeeeeeeeeeeew 😀 Bora falar do meu super vício: SHERLOCK HOLMES 😀 😀 😀 😀 (olha a animação da criança)

Sir Arthur Conan Doyle, I FUCKIN LOVE YOU

E eu love os ingleses também, que tiveram a linda ideia de fazer uma série sobre Sherlock Holmes no séc. XXI.

Bom, são 3 episódios de 90 minutos, com 2 temporadas até agora. A terceira tem previsão de começar a ser filmada no início de 2013, para talvez ir ao ar no segundo semestre. Tomara, porque ninguém mais aguenta esperar

Sherlock Holmes nos dias de hoje, celular, internet e tudo mais tecnológico. John Watson e seu blog. E o brilhantismo de Mark Gatiss e Steven Moffat, que conseguiram encaixar perfeitamente Sherlock no contexto atual.

O primeiro episódio da série era para ser o piloto, que tem duração de 60 minutos, só que a BBC resolveu que queria 3 episódios de 90 minutos, então os produtores tiveram que reconstruir o episódio. Eles usaram um diferente diretor e diferentes câmeras também, mudaram alguns cenários e o figurino. A segunda versão ficou bem mais estilosa.

A Study in Pink, The Blind Banker e The Great Game basicamente nos introduzem a Moriarty, que nessa série faz um “trabalho oposto” ao de Sherlock, o de consulting criminal.

A Scandal in Belgravia, The Hounds of Baskerville e The Reichenbach Fall compõem a segunda temporada. Com o primeiro episódio com a participação extraordinária de Lara Pulver interpretando Irene Adler; o segundo, fazendo com que Sherlock “duvide” um pouco de uma de suas maiores habilidades; e o terceiro, o mais esperado, com o encontro entre Sherlock e Moriarty.

Brainy is the new sexy

Brainy is the new sexy

Benedict Cumberbatch e Martin Freeman fazem um ótimo trabalho no papel de Sherlock e John. Andrew Scott é um Moriarty um pouco diferente, comparando com os de outros filmes, mas tão bom quanto ou até mais. Lara Pulver, na minha opinião, a melhor Irene Adler. Mark Gatiss (sim, ele é o co-criador, roteirista e irmão de Sherlock Holmes) como Mycroft Holmes, bem diferente do Mycroft do filme com o Robert Downy Jr. Una Stubbs é uma Mrs. Hudson muito mais presente do que as que estamos acostumados. Rupert Graves, um Inspetor Lestrade que não sabe mais continuar sem a ajuda de Sherlock. Louise Brealey é Molly Hooper, apaixonada por Sherlock, aguentando a frieza e a insensibilidade dele.

Um super elenco, uma super direção. Um verdadeiro sucesso.

Vídeo dahora esse haha.

Bom, felizmente o DVD de Sherlock está à venda aqui no Brasil :D:D:D O DVD da segunda temporada já está em pré-venda claro que eu já comprei o meu e tem previsão de lançamento até o final de novembro (não sei o dia direito). Passarei o natal aproveitando o melhor de Sherlock Holmes em Blu-ray, com uma imagem maravilhosa, tanto por causa da filmagem deles quanto do DVD.

Eeeee, é isso. Sherlock é demais e pronto 😀

Agora vamos falar dos americanos copiões. Fizeram uma série chamada Elementary, sobre Sherlock Holmes nos tempos modernos… Onde será que eu já vi isso? Para ficar ainda melhor, o Sherlock está vivendo em New York e não temos um Dr. John Watson, temos uma Joan Watson. Ta bom, é tudo muito suspeito, colocaram até o cara que trabalhou com o Benedict Cumberbatch para fazer o papel de Sherlock.

Mas falando do show agora. Eu assisti o piloto de Elementary, ou o primeiro episódio, não sei qual é… minhas impressões:

  • Vocês podem tentar, mas nunca conseguirão haha
  • Eles colocaram o John como mulher já pensando que se começasse a ficar chato ou sei lá o que eles poderiam fazer um casalsinho mais agradável;
  • Esse Holmes é bem mais gentil do que o britânico, e também menos sarcástico (o que é uma pena, sarcasmo é ótimo);
  • Joan Watson não voltou da guerra, ela é uma cuzona pessoa que desistiu de ser cirurgiã depois que cometeu um erro e  alguém morreu;
  • Sherlock Holmes é tão viciado a ponto de ir pra rehab, sério produtores?;
  • A minha maior tristeza foi quando eu percebi que colocaram Sherlock Holmes como um filhinho de papai
  • O porquê do Sherlock ter ido para New York é quase inacreditável, eu realmente espero que nos outros episódios eles coloquem alguma coisa mais aceitável nessa história

E até agora é isso, vou tentar ver o segundo episódio para ter certeza se vou querer continuar vendo ou não haha

Mas não precisamos nos preocupar se Elementary é capaz de competir com Sherlock, porque não é. Elementary se parece mais com o seriado Bones, com um leve toque de CSI e Castle. É mais um seriado de drama, de crime, com um detetive famoso. Não tem muita coisa de especial, é um pouco, digamos, óbvio. É um Sherlock Holmes que precisa de Joan Watson como babá, porque o papai que banca ele. Viciado em álcool, sem violino e da Inglaterra é só o sotaque.

Eu acho que uma imagem que resume muito bem essa série é essa:

fuck you elementary

Jonny Lee Miller (Sherlock Holmes) e Lucy Liu (Joan Watson) fazem ótimas atuações, o problema mesmo está é na história.

Como eu disse, eu vou dar mais uma chance para eles, mas só porque eu gosto de Sherlock Holmes e praticamente tudo que involve esse personagem.

Então é isso, assistam Sherlock, comprem os DVD’s, divirtam-se, leiam os livros, sejam bons uns com os outros, dêem água para um cachorrinho de rua e não custa nada dar uma chance para Elementary.


It is not an awesome blog